Chapa 2 do SINDEPROF considera um absurdo cobrança de 20% dos honorários e quer rever medida

ASSINDE2O candidato a presidente pela Chapa 2 que concorre nas eleições do Sindicato dos servidores de Porto Velho (SINDEPROF), realizada nesta terça-feira (26), Gilsomar Nascimento, o Acreano, questiona que o pagamento da segunda parcela referente ao retroativo do quinquênio no valor de 40% dos direitos de cada servidor será efetuado neste mês de janeiro é fruto de um acordo administrativo entre o sindicato e a prefeitura; entretanto, numa medida totalmente absurda a diretoria do SINDEPROF estaria cobrando 20% de honorários advocatícios, mesmo não tendo sido necessário o ingresso de nenhuma ação na justiça.

Caso vença as eleições, o compromisso da Chapa 2 é suspender imediatamente o pagamento destes 20% de honorários e questionar na justiça e na OAB a cobrança desses honorários advocatícios em um acordo administrativo com a prefeitura, com o objetivo de devolver esse desconto indevido para os servidores. Além disso, a nova diretoria adotará medidas judiciais cabíveis para buscar anular o pagamento dos 20% sobre a parcela de 60% do quinquênio paga no final de 2015, responsabilizando quem autorizou esse desconto, para em seguida devolver o valor que a Chapa 2 considera totalmente irregular.

Para Acreano, esse absurdo desconto de 20% de honorários dos servidores para pagamento de advogados, num acordo administrativo sem interferência da justiça, é um dos exemplos de desmandos do SINDEPROF, que atualmente está mais preocupado em defender os interesses da diretoria que controla a entidade do que realmente defender os servidores. “Se houvesse preocupação com os direitos dos servidores municipais jamais a diretoria poderia impor um desconto absurdo destes. Em caso de vitória da Chapa 2 o nosso compromisso é mudar totalmente essa realidade”, garante Acreano.

 

Área de anexos

Visualizar o anexo Sede SINDEPROF.jpg

Sede SINDEPROF.jpg

 

Facebook Comments