Juramento-370x277Pelo menos 270 indígenas de diversas etnias concluíram o projeto Açaí e foram diplomados na tarde de sábado, 24. A solenidade contou com a participação de autoridades educacionais, familiares e amigos dos formandos, no salão de festas Mediterrâneo, em Ji-Paraná.

O projeto Açaí visa proporcionar aos indígenas a formação em magistério, nível médio, para atuação intercultural e histórica de cada etnia. Os formados tem pela frente a missão de exercer a docência nas séries iniciais nas próprias aldeias e promover o intercâmbio cultural.

O curso ocorreu durante três anos no Centro de Treinamento da Emater (Centrer), localizado em Ouro Preto do Oeste, e teve o objetivo de capacitar os alunos em ministrar aulas nas próprias aldeias. “É muito importante porque eles fazem o intercâmbio de duas línguas, a deles e a portuguesa”, explicou José Antônio de Medeiros, o coordenador regional de educação em Ji-Paraná.

Anderson Suruí disse ser importante o projeto Açaí e motivou os coirmãos em avançar nos estudos. “Desejo a todos muito sucesso depois de passar pelo Açaí. Vamos todos pensar num mundo melhor para o nosso povo”, disse Suruí, reconhecendo a responsabilidade de ser o porta-voz dos indígenas à mesa de honra no evento.

Aos formandos, o governador Confúcio Moura gravou um vídeo que foi exibido na solenidade. Na mensagem, o governador destacou os investimentos do Governo do Estado na área da educação, especialmente à indígena, que ganhou 20 escolas novinhas em todo o estado. Ainda na mensagem, Confúcio Moura desejou sorte aos formandos.

O secretário executivo regional Romildo Pereira representou o governador Confúcio Moura na solenidade de formatura e reafirmou as considerações do governador ao povo indígena de Rondônia. Pereira enfatizou que só na região de Ji-Paraná o Governo do Estado construiu cinco escolas aos indígenas e, no decorrer da semana, entregou barco também aos indígenas.

“A missão de vocês não para aqui. Aqui é apenas o começo de um trabalho grandioso que vocês terão pela frente ao educar os mais novos e entrar para a comunidade acadêmica e se tornar um profissional na área em que desejarem”, disse Romildo Pereira, incentivando aos formados que sigam em frente nos estudos.

Fonte
Texto: Paulo Sérgio – Assessoria Regional de JI-Paraná
Fotos: Paulo Sérgio

Facebook Comments