‘Castigada’, menina morre de fome; mãe e padrasto são presos

A Polícia Civil (PC) de Ubatuba, litoral de São Paulo, prendeu nesta sexta-feira (25) a mãe e o padastro de uma menina de 11 anos que morreu na cidade paulista por inanição. Segundo informações fornecidas pela PC ao G1, a criança era mantida em cárcere privado há cinco meses e forçada a jejuar como “castigo” por condutas que eles reprovavam.

Os dois suspeitos levaram a menina a um pronto-socorro na noite de quinta-feira (24/10/2019) e a polícia foi então acionada, depois de os médicos perceberem sinais de desnutrição. Para os policiais, ela já teria chegado ao hospital sem vida, depois de ficar dois dias sem comer, podendo beber apenas água.

Durante os cinco meses anteriores à morte, ela só teria sido autorizada a sair para a rua em duas ocasiões. O irmão dela, de 8 anos, também sofreria abusos e foi encaminhado a um abrigo, sob responsabilidade do Conselho Tutelar.

A mãe e o padastro devem responder pelos crimes de tortura com morte, cárcere privado e abandono intelectual.

Fonte:  Metrópoles

Facebook Comments