Cassol não está morto e poderá virar o jogo saindo candidato ao governo

0
1753
Ivo Cassol não está morto


PORTO VELHO- – O senador licenciado Ivo Narciso Cassol (PP-RO) pediu ao Supremo Tribunal Federal (STF) uma liminar para afastar os efeitos da sua condenação, especificamente quanto à suspensão de seus direitos políticos e inelegibilidade, já que pretende disputar as próximas eleições.

O pedido foi dirigido ao ministro Dias Toffoli, relator do acórdão do julgamento de um recurso que diminuiu a pena de Cassol. O parlamentar pretende novamente concorrer ao Senado ou ao governo de Rondônia.

Cassol ressaltou em seu pedido que o STF ainda vai discutir em um outro caso – de repercussão geral – sobre a possibilidade ou não de suspensão dos direitos políticos quando ocorre a substituição da pena privativa de liberdade por uma que restringe direitos, como é o seu caso. O parlamentar quer suspender os efeitos da sua condenação até o julgamento desse outro caso.

Caso isso ocorra, acarretará uma reviravolta na sucessão estadual e nas coligações já firmadas. Com a volta de Cassol ao páreo, PP e PR poderão deixar a coligação com o PDT, abrindo espaço para os candidatos do PT, inclusive para Fátima Cleide ao Senado. O recurso de Cassol deverá ser julgado ainda hoje, pelo STF.

Por outro lado, o PT acaba de aprovar uma resolução obrigando o partido a se coligar com o PCdoB. Sucessão estadual em Rondônia está igual a uma montanha russa.

Mais RO com informações da Folha de S. Paulo- Rafael Moraes Moura e Amanda Pupo

Facebook Comments