BRASÍLIA-A bancada federal de Rondônia se reuniu ontem na Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) para tratar do abusivo aumento da tarifa de energia elétrica proporcionada pela empresa Energisa que substituiu a Ceron, vendida por R$ 50 mil reais (isso mesmo, cinquenta mil reais).

Além da bancada, estiveram na reunião o Ministério Público, Tribunal de Justiça, Fecomércio, Associações Rurais, representantes do setor Produtivo de Rondônia e Conselho de Defesa do Consumidor para solicitar ao diretor presidente, André da Nóbrega a suspensão do aumento da energia no Estado.

“Infelizmente a reunião não foi muito proveitosa porque não conseguimos ainda a retirada deste aumento abusivo das contas dos rondonienses”, disse a deputada federal Sílvia Cristina do PDT de Ji-Paraná.  A bancada volta a reunir às 14h30 de hoje, quarta-feira, desta vez com o ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque.

Mais RO

Facebook Comments