Desse total, 1,6 milhão de pessoas são beneficiárias do programa Bolsa Família e têm o Número de Identificação Social (NIS) final igual a 0. Esse grupo receberá a sétima parcela, no valor de R$ 300, em cota única.

O governo inicia o pagamento do quarto ciclo. Logo, o dinheiro também vai ser depositado na conta de 3,6 milhões de trabalhadores em geral que se cadastraram no aplicativo ou no site, ou que estão inscritos no Cadastro Único (CadÚnico), nascidos em janeiro.

Dessa maneira, 700 mil beneficiários recebem o auxílio emergencial de R$ 600 e outros 2,9 milhão, o auxílio residual de R$ 300. Nesse caso, o valor será creditada na conta Poupança Social Digital.

Sou do Bolsa Família

O pagamento do auxílio emergencial obedece ao calendário habitual do Bolsa Família, que é depositado nos últimos 10 dias úteis de cada mês, de acordo com o NIS final do beneficiário.

Assim, quem se encaixa nas regras do benefício e recebeu a primeira parcela logo em abril ganhou a sétima parcela entre o último dia 19 e esta sexta-feira (30/10).

Nesta sexta-feira (30/10), a Caixa Econômica depositará o auxílio emergencial para os beneficiários com NIS igual a 0.

O crédito para esse público retornará no próximo dia 17 de novembro, quando inicia o pagamento da oitava – e penúltima – parcela do benefício emergencial.

Calendário do auxílio emergencial para beneficiários do Bolsa Família

Os depósitos seguem até dezembro de 2020, afirma o Ministério da Cidadania. No total, as pessoas poderão receber até nove parcelas, sendo cinco de R$ 600 e outras quatro de R$ 300.

O dinheiro será depositado da mesma forma que o benefício regular. Dessa maneira, é preciso usar o cartão nos canais de autoatendimento, unidades lotéricas e correspondentes Caixa Aqui ou por crédito na conta Caixa Fácil.

Não sou do Bolsa Família

A Caixa Econômica Federal paga, nesta sexta-feira (30/10), o auxílio emergencial para 3,6 milhões de trabalhadores nascidos em janeiro. O pagamento faz parte do quarto ciclo de crédito.

Desses, 700 mil beneficiários recebem o auxílio de R$ 600 (ou de R$ 1,2 mil, em caso de mulher chefe de família). O valor é referente a uma das cinco primeiras parcelas do benefício.

A Caixa Econômica paga o auxílio emergencial extensão de R$ 300 (ou de R$ 600, em caso de mãe chefe de família) a 2,9 milhões de beneficiários, que, na prática, receberam a primeira cota em abril ou maio.

O crédito será feito na conta Poupança Social e o dinheiro deverá ser movimentado pelo aplicativo Caixa Tem. No primeiro momento, o auxílio ficará limitado ao uso digital, como pagamentos de boletos e contas.

As opções de saque e transferência serão liberadas para os nascidos em janeiro apenas a partir de 7 de novembro. Na ocasião, também será possível sacar o dinheiro do terceiro ciclo de crédito.

O cronograma está organizado de acordo com o mês de nascimento, independentemente de qual número da cota do auxílio será paga. Confira os calendários de depósitos e saques do terceiro e do quarto ciclos:

Quarto ciclo do auxílio emergencial – depósitos reprodução
Facebook Comments