Café de Rondônia é sucesso graças às pesquisas científicas

O café, o queridinho de Rondônia, ganhou o Brasil e o Mundo e hoje  somos o quinto maior produtor do Brasil. Por ano são 2 milhões de sacas, sendo que Rondônia produz exclusivamente café Conilon.
A cafeicultura é tradicional e familiar, com pequenas propriedades. Graças às pesquisas realizadas ao longo dos anos, Rondônia hoje produz e exporta café o que antes não ocorria.
O papel da Fapero se torna extremamente importante como fomentadora da realização das pesquisas de campo para a melhoria da qualidade do café.
Atualmente essas pesquisas são desenvolvidas na Embrapa, como por exemplo o café robustas amazônicos e a ação dos  pesquisadores que estão aprimorando as novas cultivares híbridas de café clonal desenvolvidas pela Embrapa Rondônia para a Amazônia.
Os novos clones híbridos reúnem características superiores dos grupos Conilon e Robusta. Apresentam alta produtividade, acima de 100 sacas por hectare, são resistentes à ferrugem-alaranjada – uma das principais doenças do cafeeiro – e adaptados às condições climáticas amazônicas, de acordo com a Embrapa Rondônia.
A Fapero é uma aliada e parceira institucional das pesquisas realizadas pela Embrapa. Diversas pesquisas e estudos científicos foram realizados com o amparo financeiro e institucional da Fundação Rondônia de Amparo à Pesquisa.
A Embrapa além de ser nossa parceira, contribui muito para o crescimento e o desenvolvimento das pesquisas que melhoraram a cada ano a qualidade do Café produzido em Rondônia

 

Assessoria de Comunicação e Imprensa da Fapero 
Facebook Comments