Bruno Borges, de 24 anos, desapareceu sem dar notícias - Reprodução/Facebook
Bruno Borges, de 24 anos, desapareceu sem dar notícias – Reprodução/Facebook

Por Samuel Costa (*)
Acredito que o jovem Bruno seja verdadeiramente um gênio, com um QI bem acima da média e talvez incompreendido. Alguns dos livros do estudante foram escritos à mão em apostilas e outros espalhados de forma organizada e totalmente simétrica, nas paredes, teto e chão do quarto. Além do material, também foi colocado no cômodo uma estátua do filósofo italiano Giordano Bruno (1548-1600), por quem tem grande admiração, orçada em R$ 7 mil.

Em vídeo o pai dele afirma que ele já leu mais de mil livros e a forma que ele expôs tudo é incrível e intrigante. Se tem algum problema psíquico, como alguns comentam, nem me atrevo a comentar. Desejo que ele esteja muito bem, como planejou, e volte para a família. Possa ser que ele tenha tido um brain storm (tempestade cerebral). Existem alguns relatos que Einstein, de tanto pensar sobre a luz, sumiu por três dias e voltou todo sujo e desgrenhado. Tempestade cerebral é uma enxurrada de insights que ataca a pessoa após a coleta de muitas informações correlatas. Depois disso, Einstein conseguiu compilar a teoria da relatividade.
Quem sabe não termos uma novo Enéas Carneiro que também era acreano médico cardiologista, físico, matemático e político brasileiro, que fundou o extinto Partido de Reedificação da Ordem Nacional, o Prona. Esperamos que seja descoberto o paradeiro de Bruno Borges o quanto antes, pois ele sem dúvidas terá um futuro brilhante e tudo sinaliza que arrastará milhares de fãs pelo Brasil e no mundo.
(*) Samuel Costa é Graduado em Direito, Pós Graduando em Direito Público e Mestrando em Ciências da Educação.
Facebook Comments