O tradicional ‘Duelo na Fronteira’ entre os bois-bumbás Flor do Campo e Malhadinho não será realizado em 2017 na cidade de Guajará-Mirim (RO), a 330 quilômetros de Porto Velho. Através de um documento, a comissão organizadora do Festival Folclórico da Pérola do Mamoré (Fefopem) confirmou o evento foi cancelado por falta de recursos financeiros para custear a preparação das duas agremiações.

Segundo a anunciado, um dos motivos principais para o cancelamento foi que a empresa responsável pela estrutura do evento não iria disponibilizar os R$ 40 mil (R$ 20 mil para cada boi) neste ano, o que iria impossibilitar a preparação das fantasias e alegorias de apresentação na arena.

Devido as inadimplências das diretorias anteriores, os bois ficaram impossibilitados também de receber recursos do Governo do Estado por conta dos trâmites burocráticos legais.

Duelo foi cancelado por falta de recursos financeiros (Foto: Júnior Freitas/G1)Duelo foi cancelado por falta de recursos financeiros (Foto: Júnior Freitas/G1)

Duelo foi cancelado por falta de recursos financeiros (Foto: Júnior Freitas/G1)

Inicialmente a ideia era de realizar o festival nos dias 11, 12 e 13 deste mês, porém, vários impasses deixaram a realização do duelo em dúvida, mas ainda com a possiblidade de acontecer em uma data posterior.

No mês de junho, foi anunciado que apenas o boi Malhadinho não participaria do evento por falta de recursos financeiros. Na época, os representantes do Boi Malhadinho apontaram que a entidade possui um débito de R$ 52 mil referente às despesas do festival de 2016 e que para participar nesta edição, seriam necessários no mínimo R$ 100 mil para pagar a confecção das alegorias e mão de obra dos artesãos.

Facebook Comments