Uma bebê de 6 meses que foi queimada durante um banho e ficou em estado grave no Hospital Municipal Getúlio Vargas Filho, no Rio de Janeiro, não resistiu aos ferimentos e morreu nesta sexta-feira (28).

Segundo um site do sistema Globo, a bebê tinha microcefalia, estava com meningite e precisava de internações frequentes. No dia 18 de agosto, a mãe encontrou a filha toda enfaixada, depois de ir em casa para tomar banho e trocar de roupa. Foi então que soube que uma enfermeira da unidade foi dar banho na criança e não percebeu que temperatura da água no banho era de 50º C, quando o apropriado é até 36º C.

Ainda segundo o site, passados oito dias do incidente, o estado de saúde da menina se agravou. Ela chegou a ser submetida à hemodiálise, ainda na manhã desta sexta-feira, mas teve falência múltipla dos órgãos, conta o advogado da família, Pedro Rocha.

A técnica de enfermagem responsável pelo procedimento deve responder por homicídio culposo (quando não há intenção de matar) por não ter observado a regra técnica.

Fonte: Portal do Holanda

Facebook Comments