Morreu na noite de segunda-feira (29), na UTI do Hospital Samar, em Porto Velho, o marido da delegada Rosilei Lima, da Polícia Civil de Rondônia, Rosinei Gonzaga de Araújo. Ele estava internado desde a madrugada do dia 22 de fevereiro, após ser baleado por um policial federal, na Zona Norte da Capital.

A delegada usou as redes sociais, na manhã desta terça-feira, para informar a morte do marido.

” LUTO! Oramos por um milagre e Deus tomou sua decisão! “Porque dele e por ele, e para ele, são todas as coisas; Glória, pois, a ele eternamente. Amém.” Romanos 11:36″.

De acordo com a delegada Leisaloma Carvalho, que coordena as investigações, Rosinel foi atingido por 7 tiros efetuados pelo policial federal.

No dia do crime, os investigadores apuraram que o policial teria parado o carro em local escuro na frente da casa da delegada. Rosinel teria ido deixar um casal de amigos em casa, e ao retornar estranhou o veículo parado na frente de sua casa.

Segundo Leisaloma Carvalho, ele se aproximou do carro, e nesse momento o policial pensando que se tratava de um roubo, sacou a arma e houve a troca de tiros entre os dois.

Ferido, o marido da delegada correu para dentro de casa, pediu socorro e foi levado às pressas para o hospital. Os disparos atingiram cabeça, tórax e fígado do homem.

Horas depois, o policial se apresentou à Polícia e disse que agiu em legítima, uma vez que pensou que fosse ser assaltado.

Facebook Comments