Os beneficiários do Auxílio Emergencial 2021 que receberam o saldo na poupança digital da Caixa ainda não podem fazer operações com o valor recebido pelo PIX. É necessário esperar a liberação do serviço, que acontece junto com a autorização para saques e transferências.

Em média, o intervalo dura aproximadamente um mês: quem recebeu a primeira parcela nesta sexta, por exemplo, poderá utilizar o PIX apenas a partir de 4 de maio (veja calendário abaixo). Esse entrave gerou reclamações e dúvidas de diversos usuários em coletiva virtual e aberta ao público da Caixa nesta sexta-feira (9).

Segundo a Caixa, o “bloqueio” de transferências e uso do PIX por aproximadamente um mês após o depósito do benefício tem como proposta “evitar o contato físico e aglomerações no atual cenário de pandemia”.

Caixa Econômica Federal (CEF) pagou hoje a primeira parcela da ajuda a 2,17 milhões de brasileiros nascidos em fevereiro e que não fazem parte do Bolsa Família. O pagamento para todos os públicos acontece até 30 de abril.

A regra não vale para quem é do Bolsa Família e tem direito ao auxílio porque essas pessoas recebem um dos benefícios pelo Caixa TEM e podem transferir ou sacar o dinheiro na hora. Esses beneficiários também possuem cronograma de pagamento específico (confira abaixo).

Calendário Auxílio Emergencial 2021 — Foto: Economia G1

Calendário Auxílio Emergencial 2021 — Foto: Economia G1

Auxílio Emergencial 2021 Bolsa Família — Foto: Economia G1

Auxílio Emergencial 2021 Bolsa Família — Foto: Economia G1

Facebook Comments