Autoridades de Porto Velho ignoram crime ambiental: água contaminada pelo 5°BEC

Óleo do 5 BEC corre pelo bueiro e atravessa a BR-319 em Porto Velho

Porto Velho-Há mais de 24 horas, o Mais RO fez uma denúncia alertando as autoridades que o 5°BEC estaria despejando óleo e contaminando a nascente de um igarapé em Porto Velho. Segundo apurou o site, os dejetos estariam saindo de uma oficina e de um lava jato pertencente ao 5°BEC. Até o presente momento nenhuma autoridade, seja do município, seja do Estado tomou quaisquer providências. Enquanto isso o crime ecológico está contaminando o igarapé da região, e contaminando os poços artesianos, tendo em vista que não há água tratada da Caerd.

“A população da região está bebendo água contaminada”, disse Osmaildo Carnevalli, proprietário de uma chácara nas proximidades da unidade do exército que fez umas fotos ontem, sexta-feira, 01.

De acordo com Carnevalli, “esta é uma região que não há distribuição de água tratada e portanto a população utiliza água de poço ‘amazonas’. Esta contaminação também se apresenta na água dos poços, inclusive em artesianos feitos recentemente na região”, reportou ao Mais RO.

Uma das consequências do derrame criminoso de óleo,  lençóis freáticos da região já contém a contaminação. O 5°BEC ainda tentou amenizar o desastre ecológico encobrindo com terra na entrada do bueiro (fotos).

Carnevalli disse ao Mais RO que o fato foi notado há uns três dias e até agora os órgãos públicos não apareceram para investigar o possível crime ecológico.  “Acionamos a SEMA, que indicou enviar o fiscal em até uma semana. Fomos recebidos ontem no Ministério Público na pessoa da promotora Aidee Moser (Meio ambiente e Crimes Ambientais), que empenhou sua palavra em conduzir as investigações e acionar os órgãos correspondentes. Mas até o momento não vimos nenhuma ação concreta”, disse Osmaildo, de cuja chácara fica próximo a 100 metros da oficina do 5°BEC.

Consequências

Dezenas de peixes e outras vidas estão sendo mortos devido à contaminação do igarapé. Além de peixes, a vegetação que protege o igarapé também apresenta manchas de óleo. Está impossível de tomar banho ou não se pode consumir a água do igarapé devido ao mau cheiro e manchas de óleo. Veja vídeo abaixo e algumas fotos do local.

Leia também

Exclusivo: 5 BEC despeja óleo em nascente de igarapé matando peixes em Porto Velho

Fonte: Mais RO

Fotos: Osmaildo Carnevalli

Facebook Comments