PORTO VELHO- Thiago Alfaia ia completar 42 anos amanhã, quarta-feira, 24 de junho. Não vai poder. O policial penal lotado no GAPE morreu nesta terça-feira (23), vítima da Covid-19.

Na verdade, morreu vítima do descaso, da omissão e da falta de responsabilidade de quem deveria zelar pela saúde dos profissionais que atuam no sistema prisional de Rondônia. Thiago foi internado na UTI da AME, mas não resistiu, morrendo hoje ao meio dia. É o quinto policial penal que morre vítima da Covid-19 em Rondônia.

Há duas semanas o Mais RO (veja link abaixo) publicou denúncia sobre o descaso e o apelo de Thiago Alfaia que pedia socorro, pois havia sido negligenciado pela gerência de Saúde,

Thiago ingressou na carreira penitenciária em 2009. Foram 11 anos de dedicação. Ele amava o que fazia! E também amava pescar! Sempre arranjava tempo para praticar essa atividade, a fim de se distrair e reduzir as tensões do trabalho. As missões no GAPE não são fáceis! Principalmente quando a chamada é para contenção de motins e rebeliões. Ele participou de muitas missões ao longo da carreira.

Ouça o áudio de Tiago Alfaia

ÁUDIO

 

Leia sobre o assunto

Policiais penais de Porto Velho pedem socorro: abandonados e sem assistência contra a Covid-19

Fonte: Mais RO

Facebook Comments