A atualização cadastral 2021 dos servidores estaduais realizada pelo Governo de Rondônia por meio da Superintendência Estadual de Gestão de Pessoas (Segep) ocorre conforme mês de aniversário como estabelecido no Decreto n° 24.652, de 8 de janeiro de 2020. Quase 10 mil já fizeram o procedimento, considerado essencial para a efetividade da Administração Pública e unificação dos dados em plataforma nacional.

Conforme o especialista em Políticas Públicas e Gestão Governamental e membro da Comissão de coordenação dos trabalhos de Atualização dos Dados Cadastrais da Segep, Gustavo Bodaneze, a atualização deste ano está mais simples. ‘‘Os únicos campos que todos os servidores terão que informar novamente são a prova de vida e o comprovante de endereço, que deve ser atualizado’’.

Cumprindo a determinação do governador, coronel Marcos Rocha, o superintendente Estadual de Gestão de Pessoas (Segep), cel. BM Silvio Luiz Rodrigues da Silva, montou uma força-tarefa para simplificar o procedimento. A necessidade de atualizar campos a exemplo do CPF, Reservista ou dados bancários foi retirada. Também foram inseridas orientações sobre como cada campo deve ser preenchido e quais documentos são válidos. A novidade deste ano é o campo de Declarações, no qual o servidor deve informar se ele possui outro vínculo com a Administração Pública, possui empresa privada ou trabalha em empresa privada.

Todos esses esforços cadastrais culminarão também na implantação e pleno funcionamento do e-Social do Governo Federal que visa reunir em uma só plataforma as obrigações trabalhistas, previdenciárias e de segurança do trabalho que devem ser informadas tanto por empresas privadas como pelos entes públicos.

Gustavo aponta outras vantagens da atualização. ‘‘Permite uso dos dados para emissão automática de documentos, como certidões que utilizam os dados pessoais do servidor, e para os diversos sistemas do Governo do Estado; e a busca, pelo Governo do Estado, de servidores com determinadas formações’’, aponta. A atualização cadastral é destinada a servidores civis; emergenciais; comissionados; estagiários; militares ativos, inativos e beneficiários de pensões judiciais não previdenciárias, pertencentes ao quadro da Administração Direta e Indireta do Poder Executivo Estadual.

Caso o servidor não faça a atualização,  há o bloqueio de pagamento do mês subsequente ao do seu aniversário.

Saiba como fazer a atualização cadastral:

1 –  Acesse o portaldoservidor.sistemas.ro.gov.br

Obs.: Será necessário finalizar a atualização com a utilização de um dispositivo eletrônico com câmera, pois precisará de foto segurando um documento de identificação para a prova de vida.

2 –  Caso tenha esquecido o login, o servidor deve acessar meuacesso.sistemas.ro.gov.br. Clicar no botão “Cadastrar Nova Senha”, colocar o número do CPF e será enviado no e-mail o link para criar uma nova senha. Se o servidor perdeu o acesso ao seu e- mail, terá que procurar seu setor de Recursos Humanos para alterar o e-mail cadastrado.

3 –  A plataforma possui os campos:

  • Dados pessoais, onde é anexado a certidão de casamento
  • Filiação
  • Endereço, onde é anexado o comprovante de residência (item obrigatório)

Obs.: São aceitas a conta de luz, água, telefone, internet ou correspondência bancária. Pode ser no nome de familiar, ou se for inquilino, apresentar o contrato de locação, mas tem que ser dos últimos três meses.

  • Contatos – Escolaridade, onde é anexado o comprovante de escolaridade
  • Curso profissionalizantes, onde é anexados comprovantes
  • Dados Bancários
  • Dependentes
  • Registro profissional

Obs.: É obrigatório para os servidores que tenham cargo que seja regido por Conselho Profissional, a exemplo de Arquitetos, Engenheiro e Médicos. No caso de dúvidas, o servidor deve procurar sua unidade de Recursos Humanos.

  • Registro de Deficiência
  • Documentos

Obs.: O RG deve ser anexado frente e verso em um único documento. Para quem possui o cargo de Motorista, o campo da CNH também é obrigatório.

  • Declarações
  • Para finalizar a atualização é solicitado a Prova de Vida.

 

Fonte: Secom – Governo de Rondônia

Facebook Comments