PORTO VELHO- O candidato à prefeitura de Porto Velho, Vinícius Miguel (Cidadania), recebeu bem as críticas e ataques desferidos contra ele, sinalizando que ele está bem nas pesquisas. Já que ninguém atira pedras em árvores que não dão frutos, a avaliação da equipe do candidato é que ele estaria incomodando por estar entre os primeiros nas pesquisas internas de alguns candidatos.

Vinícius Miguel obteve mais de 110 mil votos para o governo de Rondônia em 2018, na sua estreia nas urnas. Só na capital foram 70 mil votos, o que motivou a candidatura dele à prefeitura de Porto Velho. Sem apoios, sem coligações e com apenas 11 segundos de TV, Vinícius Miguel poderá repetir a façanha do fenômeno Bolsonaro que teve apenas sete segundos no primeiro turno das eleições presidenciais.

Sem fundo eleitoral

Em seu primeiro pleito nas eleições em 2018, quando concorreu ao governo do Estado, Vinícius Miguel surpreendeu Rondônia com suas propostas, discurso seguro, competência e qualificações, tanto que o jovem candidato contabilizou mais 110 mil votos, cerca de 70 mil só na Capital, sendo o quarto candidato mais votado no primeiro turno.

Após as eleições, retornou às atividades e continuou sua rotina de advogado, servidor público e cidadão. “Eu não ‘desapareci’ após as eleições de 2018. Mas sou um cidadão como qualquer outro, preciso trabalhar e cumprir minhas obrigações”, explicou.

No âmbito público, Vinícius Miguel também seguiu atuante, buscando o benefício coletivo e atuando em dezenas de pedidos de informações, denúncias e representações aos Ministérios Públicos Estadual (MPE), de Contas (MPC), Federal (MPF), do Trabalho (MPT) e Tribunais de Conta do Estado de Rondônia (TCE-RO) e da União (TCU). “Mesmo exercendo o triplo papel de advogado, professor universitário e cidadão, não me escondi ou deixei de fazer o que era necessário em prol do benefício coletivo da nossa população”, afirma Vinícius.

Entre as iniciativas tomadas, está a denúncia junto ao TCU sobre a falta de acesso público ao banco de dados do Ministério da Saúde, o que é garantido por lei a toda sociedade.

Diferente do que é costume na velha política e antiga prática de muitos, durante os últimos dois anos Vinícius Miguel não utilizou nenhum real da verba do fundo partidário para contratar publicidade e fazer promoção pessoal. “É tudo uma questão de conduta, princípio e referencial”, assinalou.

ELEIÇÕES 2020

Este ano, Vinícius Miguel é pré-candidato a prefeito de Porto Velho pelo Cidadania 23 com a coligação “Porto Velho em boas mãos”, que contará, nas eleições majoritárias, com o apoio da Rede Sustentabilidade. Como pré-candidata a vice-prefeita, a coligação conta com a tenente Heline Braga, que representa a força da mulher brasileira no pleito.

Fonte: Mais RO e assessoria

Facebook Comments