Assinada ordem de serviço para construção de nova ponte ponte em Alto Paraíso

Uma nova história começou em Alto Paraíso nesta quinta-feira (8) com a assinatura da ordem de serviço para a construção da nova ponte que ligará o município à BR-364. O investimento do Governo de Rondônia é de mais de R$ 8,6 milhões. A solenidade aconteceu às margens do rio Jamari, onde o governador Marcos Rocha juntamente com a primeira-dama, Luana Rocha, conferiu in loco a situação atual da travessia.

“Licitamos uma obra completa, incluindo as cabeceiras da ponte e a pavimentação asfáltica no entorno. Estamos fazendo o que é certo. E essa ponte também será feita com qualidade em respeito a população e para trazer desenvolvimento para Alto Paraíso e toda região do Vale do Jamari”, afirma o governador.

Marcos Rocha explicou ainda que a nova ponte de concreto sobre o rio Jamari, na RO-459, será mais elevada que antiga, cerca de mais de 5 metros, terá 13O metros de extensão, 8,80 metros de largura  e garantirá o acesso mais rápido e seguro para Alto Paraíso. Desta forma, a obra do Governo de Rondônia colocará fim aos transtornos de trafegabilidade na região.

“Essa obra é importante para o Vale do Jamari e demonstra a seriedade com que o Governo trata a população, pois há alguns dias o governador inaugurou uma ponte na 421 que tinha sido feita sem as cabeceiras e nesta gestão foi executada. Mas essa é diferente, ele determinou na licitação que já tenha as cabeceiras”, destacou o diretor-geral do Departamento de Estradas e Rodagens e Transporte (DER), Elias Rezende, ao enfatizar que a obra será concluída. “Essa é uma obra que não vai parar no meio do caminho, mas será finalizada, porque obras concluídas são a marca desta gestão “.

DESAFIOS

Há pouco mais de dois anos, a ponte que havia no local, de apenas uma mão e com 108 metros de extensão, foi comprometida com a cheia do rio Jamari. Desde então, a ligação de Alto Paraíso à BR-364 é feita por balsa. Uma travessia com custo e com a espera de cerca de 40 minutos.

A outra alternativa é pela RO-457, mais conhecida como Travessão B-40, mas o trajeto torna-se ainda mais longo, por volta de 1 hora e 30 minutos.

NOVA FASE DE DESENVOLVIMENTO

A construção da ponte está prevista para acontecer em 270 dias, ou seja, nove meses. A empresa vencedora da licitação é experiente neste tipo de construção no Estado. ‘‘Nós já executamos em Rondônia para o DER, Dnit e prefeituras mais de 40 pontes de concreto, inclusive há cerca de um mês foi inaugurada uma delas pelo Governo, uma estrutura de 100 metros de extensão sobre o rio Jacy. Outra obra nossa foi feita neste mesmo rio Jamari, na 421, uma ponte de 120 metros, que o DER fez as cabeceiras. Em novembro do ano passado, foi inaugurada outra ponte que fizemos em Ji-Paraná sobre o rio Urupá com 150 metros de comprimento. Em março do ano passado entregamos uma ponte sobre o rio Melgaço, em Pimenta Bueno, de 80 metros. Atualmente estamos terminando uma ponte em Cujubim de 75 metros. Também estamos executando duas pontes para o Dnit em Guajará-Mirim’’, afirma o sócio-proprietário da empresa responsável pela obra, Eduardo Barbosa Júnior.

Para o prefeito, João Pavan, a ponte contribuirá para uma nova fase de desenvolvimento do município que possui um perfil agrícola, especialmente com destaque para o plantio de soja e criação de gado. A cidade, segundo o prefeito, tem recebido, nos últimos anos, investidores de Mato Grosso e Paraná que têm aproveitado o lugar para a produção de soja, o que tornou as terras da cidade mais valorizadas. E o anúncio da nova ponte, derruba de vez, o último obstáculo para que a economia local avance.

Facebook Comments