Começa hoje (25) o pagamento da segunda parcela do 13° salário de aposentados e pensionistas do INSS, o Instituto Nacional do Seguro Social. Os créditos seguem a tabela de pagamento do instituto, que varia de acordo com o número final do benefício, e vão até o dia 5 de junho.

Para quem recebe um salário mínimo, o depósito será feito até o prazo final, dia 5 de junho. Já os trabalhadores com renda mensal acima do mínimo, terão o crédito  entre os dias 1º e 5 de junho.

Quase 40 milhões de pessoas devem receber o 13º salário ainda em maio, o que vai injetar cerca de R$71 bilhões na economia.

Por lei, tem direito ao 13º quem, durante o ano, recebeu benefício previdenciário de aposentadoria, pensão por morte, auxílio-doença, auxílio-acidente ou auxílio-reclusão.

Vale lembrar, que nessa segunda parcela é feito o desconto do Imposto de Renda.

Confira os calendários de pagamento do INSS

As datas para pagamento variam conforme o valor a ser recebido e o número final do benefício, sem considerar o dígito. Por exemplo, se o número é 123.456.789 – 0, desconsidere o 0 (dígito). O número final é 9.

Para quem ganha até um salário mínimo (R$ 1.045 em 2020)

  • Final 1: recebe em 25/5
  • Final 2: recebe em 26/5
  • Final 3: recebe em 27/5
  • Final 4: recebe em 28/5
  • Final 5: recebe em 29/5
  • Final 6: recebe em 1º/6
  • Final 7: recebe em 2/6
  • Final 8: recebe em 3/6
  • Final 9: recebe em 4/6
  • Final 0: recebe em 5/6

Para quem ganha acima de um salário mínimo (mais de R$ 1.045)

  • Finais 1 e 6: recebe em 1/6
  • Finais 2 e 7: recebe em 2/6
  • Finais 3 e 8: recebe em 3/6
  • Finais 4 e 9: recebe em 4/6
  • Finais 5 e 0: recebe em 5/6

A primeira parcela paga foi equivalente a 50% do valor total do benefício. Já na segunda parcela, o beneficiário receberá a outra metade, porém com o desconto do Imposto de Renda.

Os beneficiários que tem direito ao recebimento do 13º salário são os pensionistas, aposentados e aqueles que recebem auxílio doença, auxílio reclusão e auxílio acidente. Quem ganha mensalmente R$1.045 com o Benefício de Prestação Continuada (BPC), por exemplo, não receberá o décimo terceiro salário.

Para consultar quando receberá sua parcela, basta acessar o site ou o aplicativo Meu INSS.

Devido a pandemia do coronavírus, a recomendação é que os beneficiados optem por usar o dinheiro na função débito automático.

 

Facebook Comments