ABAITARA-870x556No dia 23 de fevereiro, 150 alunos iniciam as aulas no Instituto Estadual de Educação Rural Abaitará. Ao todo, serão quatro turmas do Ensino Médio, sendo uma turma de 1º ano, uma de 2º ano e duas turmas de 3º ano.

Localizado na rodovia RO-010, a 30 quilômetros de Pimenta Bueno, o Instituto recebe alunos de diversos municípios de Rondônia, entre eles Pimenta Bueno, Cacoal, Espigão D’Oeste, Rolim de Moura, São Felipe, Nova Estrela, Primavera de Rondônia e Cujubim.

Diferente das demais escolas da rede estadual de ensino, o início das aulas no Abaitará foi adiado para o dia 23 devido à quantidade de obras que está sendo realizadas no Instituto. Um investimento de mais de R$ 4 milhões inclui a construção de uma quadra poliesportiva, adequações de espaços como salas de aulas, alojamentos masculinos e femininos, lavanderia, refeitório, espaços de convivência, laboratórios, além da construção de novas salas de aula, alojamentos e unidades técnicas determinantes para o curso profissionalizante em agroecologia, como curral, aprisco, pocilga e aviário.

Abaitará_Quadra Poliesportiva em Construção_04.12.14_Fotos_Daiane Mendonça (2)

Além das construções, ampliações e adequações, o Instituto já conta com mobiliários novos, ordenhadeira, tanque de resfriamento, bebedouros, irrigação, além de um contrato de vigilância para garantir a segurança dos alunos, funcionários e da própria estrutura física da instituição.

Com uma área de 272 hectares, sendo 153 de floresta, o Instituto Estadual de Educação Rural Abaitará conta com projetos de nascentes e mata ciliar e vem recebendo muitos benefícios do Governo do Estado de Rondônia.

Em três anos de curso em ensino técnico em agroecologia, integrado ao ensino médio, o Instituto Abaitará forma técnicos que irão atuar na linha de agroecologia e orgânica. A metodologia de ensino associa métodos de pesquisa e extensão tecnológica relacionada aos sistemas de produção orgânica, fortalecimento da agricultura familiar, empreendedorismo, associativismo e promoção do desenvolvimento rural harmônico e sustentável.

O Instituto oferece a pedagogia da alternância que intercala folgas a cada 15 dias de estudo em regime de semi-internato, possibilitando que os alunos pratiquem e façam seus experimentos em casa ou na propriedade rural.

Fonte
Texto: Giliane Perin
Fotos: Daiane Mendonça
Decom – Governo de Rondônia

Facebook Comments