Após debate, Maurão afirma que não aprovou auxílio alimentação para deputados

0
113


Na reta final da campanha, com o crescimento de seu nome em todas as recentes pesquisas divulgadas, o candidato a governador Maurão de Carvalho, da coligação “Rondônia, unidos somos fortes”, tem sido o alvo preferido de adversários, tentando desconstruir a sua imagem de gestor a frente da Assembleia Legislativa, quando contribuiu diretamente para o momento positivo de Rondônia.

Ao contrário do que dizem os adversários, que espalham uma informação distorcida e mentirosa, enquanto presidente da Assembleia Legislativa, Maurão de Carvalho acabou com o auxílio alimentação e reduziu a verba indenizatória em 20%, com o apoio dos demais deputados estaduais.

“Somente a Assembleia de Rondônia acabou com esse auxílio, nos demais estados, os deputados estaduais continuam recebendo. Mas, embora essa decisão pioneira tenha partido na nossa gestão, os adversários, incomodados com o nosso crescimento, querem distorcer os fatos e tentam confundir a opinião pública”, garantiu Maurão.

De forma aproveitadora, candidatos e seus assessores espalham a mentirosa informação de que os deputados estaduais criaram um auxílio alimentação mensal, no valor de R$ 6 mil. A verdade é que, no ano passado, os deputados estaduais revogaram o Projeto de Resolução 377, que criou o Auxílio Alimentação Parlamentar, reduziram o valor global da verba indenizatória em 20% e ainda proibiram que as despesas com alimentação sejam custeadas com a cota a que cada um faz jus.

Mais ações

São outras inúmeras ações de destaque que têm a participação direta de Maurão de Carvalho. Para por fim à greve da educação neste ano, Maurão articulou a liberação de R$ 20 milhões do orçamento da Assembleia, para cobrir a correção salarial dos trabalhadores. Ele abriu mão de R$ 10,5 milhões do orçamento da Casa para repor aos servidores da educação o que foi descontado como auxílio transporte, em outubro de 2017. Sob o comando de Maurão, a Assembleia garantiu os recursos para que quase 500 policiais civis, militares e bombeiros fizessem a academia.

Comprovando o seu perfil municipalista, Maurão articulou junto com o Governo e municípios, a liberação de R$ 81 milhões de compensações da usina de Santo Antônio, sendo R$ 30 milhões para Porto Velho e mais R$ 1 milhão para cada um dos 51 municípios.

Maurão presidente realizou concurso público na Assembleia Legislativa. O primeiro em mais de 30 anos, oferecendo 110 vagas para diversos cargos, com a posse dos aprovados prevista para o primeiro semestre do próximo ano. Como presidente, ele trabalhou para aposentar os servidores, garantindo direitos e benefícios, permitindo que a Assembleia pudesse realizar o concurso público, oferecendo novas oportunidades de emprego.

Facebook Comments