O apenado monitorado por tornozeleira eletrônica identificado como Wendel Paiva Merêncio (22) foi executado a tiro terça-feira (20), na frente de uma residência localizada na Sandro Viana, região central do distrito de Jaci-Paraná, em Porto Velho.

De acordo com informações que a Polícia Militar recebeu de testemunhas, a vítima havia deixado o sistema prisional há  três meses e estava sendo monitorada por tornozeleira eletrônica.

Na hora dos fatos, Wendel saía  para trabalhar quando foi abordado por um elemento  em uma moto preta. Este efetuou  vários tiros contra a vítima,  que caiu no chão. O  criminoso desceu da moto e deu várias coronhadas não cabeça da vítima que,  possivelmente,  já estava sem vida. O atirador fugiu.

 

Os policiais isolaram o local e solicitaram a perícia criminal e o rabecão para fazer os trabalhos necessários. Após  a finalização,  o corpo da vítima foi levado para o Instituto Médico Legal,  na capital,  para exames de necropsia.

A Polícia Civil já segue com as investigações e não descarta a hipótese de que o crime possa ter sido um  acerto de contas.

Fonte: Tudorondonia

Facebook Comments