O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta sexta-feira (27), na frente do Palácio da Alvorada, que a Anvisa (Angência Nacional de Vigilância Sanintária) assinou protocolo na noite da última quinta-feira autorizando testes de uso da cloroquina para o tratamento da covid-19.

A cloroquina é um remédio para tratamento de malária e lúpus e a sua eficácia e segurança no tratamento para pacientes com covid-19 estão sendo testadas. PUBLICIDADE

— A novidade é que a Anvisa ontem assinou um protocolo para que o Hospital Albert Einstein oficialmente comece a fazer os testes usando a Cloroquina em portadores da Covid. Parabéns à Anvisa, tá funcionando. Parabéns ao presidente Almirante Antônio Barra pelo pronto despacho.

Na última quarta-feira (25), o Ministério da Saúde emitiu, pela primeira vez, um posicionamento sobre o uso da droga no combate à covid-19. A pasta autorizou a utilização da cloroquina/hidroxicloroquina, por médicos, para tratar pacientes internados em estado grave com covid-19.

No entanto, não há qualquer indicação do medicamento para pessoas que queiram se proteger ou para casos leves da doença.

Ontem, o governo brasileiro zerou o Imposto de Importação de mais 61 produtos para combate à covid-19 — entre os medicamentos, a cloroquina e a hidroxicloroquina.

Nas redes sociais, a Anvisa confirma o protocolo.

A Anvisa liberou a pesquisa com a hidroxicloroquina para o tratamento da Covid 19. A licença permite ao Hospital Albert Einstein avançar nas pesquisas em busca da cura da doença, com segurança e rapidez. O Brasil é um dos maiores produtores mundiais de hidroxicloroquina. pic.twitter.com/nt8H6UAkSr— Anvisa (@anvisa_oficial) March 27, 2020

Fonte: R7

Facebook Comments