Alceu, craque derrotado pelas drogas, é o personagem do quinto episódio da série Linhas Tortas, parceria da PlayTV e Academia de Filmes




O ex-zagueiro Alceu, que nos anos 80 atuou pelo Guarani, também pelo Avaí e o Atlético-PR, interrompeu sua carreira no final de 1995, quando sofreu uma lesão no joelho. Em 1999, o jogador voltou para Lages, sua cidade natal, e retomou a carreira no Lages Esporte Clube. Antes de sair de campo definitivamente, ainda defendeu Internacional de Lages, na segunda divisão catarinense. Sua trajetória teve como principal aditivo para o fim a cocaína.

O atleta disse que o fato de ficar afastado dos campos, depois da lesão, o levou por esse caminho. Em 2004, Alceu foi foi internado pela família no Creta (Centro de Recuperação de Toxicômanos e Alcoolistas). Até 2011, trabalhou como voluntário para essa instituição que o tratou.

Com direção de João Wainer, a história será retratada no segundo episódio da série “Linhas Tortas”, produção da Academia de Filmes, que vai ao ar nesta terça-feira, dia 14, às 22h, na PlayTV, com reapresentações na quinta 16 e no sábado 18, sempre no mesmo horário.

Os próximos jogadores que terão suas histórias retratadas em Linhas Tortas são Alceu (ex-Guarani), Renatinho (ex-São Paulo), Celsinho (ex-Figueirense e Londrina) e o saudoso Zé Mário, craque do Botafogo de Ribeirão Preto e contemporâneo de Sócrates nos anos 1980. A série já exibiu os episódios dedicados a Edinho, filho de Pelé; Nando, irmão de Zico e Roma, ex-jogador do Flamengo.

Além de familiares e profissionais que trabalharam com os atletas, os episódios contam com a participação de Juca Kfouri e Paulo Vinícius Coelho, que dão suas impressões sobre as histórias.

Para João Wainer, a série traz um retrato da realidade para grande parte dos jogadores. “Nem sempre promessas se realizam e moleques que despontam com pinta de craque muitas vezes se perdem no meio do caminho, sendo engolidos pela história. Os caminhos trilhados por esses ex-futuros craques trazem à tona um lado do futebol que se esconde por trás dos ídolos consagrados e seus salários milionários. Linhas Tortas mostra a verdadeira cara do nosso futebol”, afirma o diretor.

Rodrigo Lariú, gerente de produção e programação da PlayTV, celebra a segunda produção em parceria com a Academia de Filmes. A primeira foi a série “Mixados”, um reality show com bandas musicais e seus processos de composição, veiculada em abril deste ano. “Estamos muito felizes com o resultado. Além da qualidade já mostrada na produção Mixados, a Academia foi extremamente feliz em escalar o João Wainer para contar estas histórias, que ganham ainda mais brilho com as análises certeiras de Juca Kfouri, Paulo Vinícius Coelho, entre outros”, afirma Lariú.

SERVIÇO

Onde:

PlayTV, na NET (canal 122), SKY-181, OI-143, ClaroTV-118 e Vivo 255

Datas dos próximos episódios:

5 de dezembro – episódio 5 – “Alceu, o craque da base”

12 de dezembro – episódio 6 – Renatinho, o artilheiro da base”

19 de dezembro – episódio 7 – Celsinho, o craque da bola parada”

26 de dezembro – episódio 8 – “Zé Mário, o Homem Gol”

Sobre a PlayTV

PlayTV  é um canal de conteúdo jovem, que tem como carro chefe os animes e uma grade voltada para a música, tecnologia, games.  Sua programação hoje está disponível pelos canais da TV paga NET-122, SKY-181, OI-143, ClaroTV-118, Vivo 255. O canal tem uma grande distribuição, presente no pacote básico de todas as operadoras citadas acima.

Hoje, além dos Animes, o canal tem como foco assuntos segmentados de música, tecnologia, cinema e novidades lançadas no YouTube, fonte de talentos e de atrações como os programas Manual do Mundo e Miolos Fritos.

Sobre A Academia de Filmes

A Academia de Filmes produz conteúdo audiovisual de entretenimento, cultura e interatividade para todas as telas há 21 anos.

Para a TV, produziu, entre outras obras, o docu-reality “200 Graus” (Discovery Home & Health), com o chef Henrique Fogaça; a série documental “Espírito da Luta” (Canal Combate), o reality “Mixados” (PlayTV); as microsséries “Amor em 4 Atos” (TV Globo); “A Pedra do Reino (TV Globo), direção-geral de Luiz Fernando Carvalho; “Natália” (TV Brasil/Universal Channel) e “Milagres de Jesus” (Record TV). Para 2018, estão previstas as estreias das novas temporadas de “Natália” e “Espírito da Luta”, além da série documental inédita “Eu te Dedico” (Arte 1).

Mais recentemente, em cinema, produziu “Legalize Já!”, de Johnny Araújo e Gustavo Bonafé, sobre a amizade entre Marcelo D2 e Skunk e a formação da banda Planet Hemp, em exibição em festivais e com lançamento comercial previsto para 2018, e coproduziu “Elis”, de Hugo Prata. Assina ainda “Infância Clandestina”, de Benjamín Ávila – indicação Argentina ao Oscar 2013 –; “Amanhã Nunca Mais” (2011), de Tadeu Jungle, e “Titãs – a Vida até Parece uma Festa” (2009), de Branco Mello e Oscar Rodrigues Alves, entre outros.

Para mais informações, acesse: www.academiadefilmes.com.br.

Facebook Comments