AGRONEGÓCIO: RONDÔNIA RURAL SHOW ASSEGURA FINANCIAMENTO A PRODUTORES RURAIS

 

 

Instituições financeiras garantem que não vai faltar dinheiro para atender o produtor rural; técnicos da Emater estão prontos para atuar nos projetos
Instituições financeiras garantem que não vai faltar dinheiro para atender o produtor rural; técnicos da Emater estão prontos para atuar nos projetos

O produtor rural terá linhas de créditos especiais durante a 3ª edição da Rondônia Rural Show, que acontece de 21 a 24 de maio no parque de exposições Hermínio Victorelli, em Ji-Paraná. A informação é do secretário de estado de Agricultura Evandro Padovani, que reuniu representantes das instituições financeiras locais e expositores para tratar deste tema, na noite de quinta-feira, 13, no auditório da Eucatur.

 

AGRO2Para os representantes dos bancos e cooperativas de créditos que participaram da reunião, há dinheiro para atender toda a demanda de produtor rural. “Temos recursos e linhas especiais de créditos destinados à agricultura familiar e até aos grandes investidores da área rural”, assegurou Flávio Pedroso, o representante do banco do Brasil.

De olho no agronegócio rondoniense a cooperativa de crédito Cresol, do interior paranaense, também já garantiu o espaço na Rondônia Rural Show. “Estamos focados no produtor rural”, afirma Sérgio Silva, que no ano passado disse ter participado da feira como espectador.

 

AGRO3Estreante na feira do agronegócio, a cooperativa de crédito genuinamente ji-paranaense, a Credisis, também ofertará financiamentos aos produtores. “Será nossa primeira vez atuando com crédito rural, mas estamos preparados para abraçar esse mercado”, disse Rivadávia Braga.

 

AGRO4Para o secretário Evandro Padovani, o objetivo é incrementar ainda mais a feira do agronegócio atraindo variadas linhas de crédito para o público-alvo. Para tanto, informa Padovani, está certa a participação dos bancos oficiais como o Basa, Brasil e Caixa Econômica, além das cooperativas de créditos totalizando oito instituições.

Estas financiadoras ficarão instaladas dentro do parque de exposições na rua aonde já funciona o escritório da Emater, órgão responsável na coordenação dos projetos de financiamentos dos produtores junto aos bancos. “Linhas de créditos não faltarão aos produtores”, brinca o secretário Padovani, reforçando que a concentração dos bancos na mesma área facilitará o acesso do produtor aos expositores financiadores e a Emater.

Denilson Vicentin representou na reunião a empresa Venezia, que comercializa caminhões Iveco a partir de Cacoal. Segundo ele, a participação dos bancos na feira facilita bem os negócios entre a empresa e os produtores rurais. “O produtor também precisa de caminhão para escoar a produção”, diz Vicentin, associando o produto dele aos interesses dos produtores.

Coordenada pela secretaria de estado da Agricultura, Pecuária, Desenvolvimento e Regularização Fundiária [Seagri] em parceria com a Emater, a Rondônia Rural Show chega à terceira edição com objetivo de superar as anteriores.

 

AGRO5Na primeira edição da feira, ocorrida em maio de 2012, foi movimentado R$ 186 milhões em negócios. No ano seguinte a movimentação financeira saltou para R$ 244 milhões. “Ainda é cedo para fazermos um prognóstico de valores, mas certamente vamos superar os movimentos financeiros anteriores”, anima-se Padovani, que nesta sexta-feira, 14, comandou os trabalhos das equipes técnicas no interior do parque de exposições.

Texto e fotos: Paulo Sérgio
Assessoria Regional de Ji-Paraná

Facebook Comments