O deputado Adailton Furia (PSD) em sua fala na sessão parlamentar desta terça-feira (30) manifestou-se contrário à decisão unilateral do governo do estado em estender o decreto de fechamento do comércio para cidades do interior. Segundo o deputado, os pequenos empresários das cidades menores estão sendo prejudicados mesmo tomando todos os cuidados de distanciamento social durante o período da pandemia do novo coronavírus.

Adailton ressaltou que o critério de ocupação de UTIs é arbitrário pois o estado é dividido apenas em duas macrorregiões e alguns municípios estão sendo menos afetados que outros. O parlamentar defendeu que cabe aos prefeitos tomar decisões de acordo com suas necessidades, tendo em vista que o governo não está acompanhando de perto a situação no interior.

Ainda segundo ele, os profissionais que estão atuando na área da saúde não estão sendo valorizados, tendo salários atrasados e falta de pessoal para suprir a demanda. O deputado criticou a falta de ação do governo para ampliar o número de leitos nos municípios e a demora em chamar servidores da saúde concursados.

“Essa decisão não condiz com a realidade do interior do nosso estado e nós precisamos sim estarmos unidos como nós estamos aqui para dizer à população do estado que essa decisão foi tomada e não foi consultada a Assembleia Legislativa, não foram consultados os deputados, e o meu posicionamento é contrário a esse decreto. Eu acredito que o governador deve revogar essa decisão”, declarou Adailton Furia.

Fonte: ALE/RO

Facebook Comments