A desembargadora Marialva Henriques Daldegan Bueno, da 2ª Câmara Criminal da Corte, negou o habeas corpus pedido pela defesa do vilhenense Ivan Bezerra de França. A informação foi confirmada no no sistema eletrônico do Tribunal de Justiça de Rondônia.

Conhecido como Ceará do Assossete, o paciente (termo jurídico usado para classificar o autor do pedido de liberdade), foi preso na cidade de Ministro Andreazza, acusado de molestar uma aposentada de 81 anos. Hoje, ele está detido na Cadeia Pública de Cacoal, onde corre o processo.

Antes de recorrer ao TJ, Ceará já havia feito pedidos de liberdade na justiça de Cacoal, onde deverá ser julgado pelo crime sexual atribuído a ele. Ceará nega ter cometido o ataque contra a anciã.

O site não teve acesso ao teor dos argumentos usados pela desembargadora para manter o vilhenense na cadeia. Somente a descrição da decisão foi publicada na página do TJ.

Fonte: Folha do Sul

Facebook Comments