Hildon e Léo: mais atenção para o transporte público
Hildon e Léo: mais atenção para o transporte público
Hildon e Léo: mais atenção para o transporte público

Daqui a 15 dias Porto Velho saberá quem vai administrar a cidade pelos próximos quatro anos. A disputa entra nos dias decisivos e está bastante acirrada. Nenhuma pesquisa confiável foi divulgada neste segundo turno. Os candidatos estão atentos às necessidades básicas da capital e fazem promessas de dias melhores, com boa qualidade de vida para todos. Porto Velho precisa de melhorar a qualidade de vida de seus cidadãos.

O novo prefeito governará a capital até o ano 2020, o que suscita levar a cidade para a modernidade. Porto Velho não pode mais ser a pior cidade em saneamento básico. Como também não pode ser uma das mais violentas e com um dos maiores índices de desemprego. O sistema de transportes coletivos de Porto Velho ainda é um dos piores, embora tenha melhorado sensivelmente com os novos ônibus do consórcio SIM. Mas, cadê o ar condicionado? Porto Velho ferve ao meio dia. A maioria absoluta dos ônibus não tem ar refrigerado e o valor das passagens é muito alto para a população carente. Conforme o contrato fechado pelo Consórcio SIM com a prefeitura de Porto Velho, só 10% dos ônibus da frota total tem ar condicionado – ônibus executivos, microônibus e articulados. Já a internet wifi está disponível apenas nos ônibus articulados e executivos.

 

 

 

Facebook Comments