A convite do Cremero, especialista fala hoje sobre terceirização da saúde

0
245


“Terceirização não garante melhorias na saúde pública” afirma sociólogo e mestre em Saúde Coletiva pela Escola Paulista de Medicina e doutorando pela Fiocruz, Bernado Pilloto, que vem a Porto Velho para falar sobre a “Terceirização da Saúde e Seus Impactos” com a implantação das Organizações Sociais (OSs) na área da saúde.

A palestra acontece nesta terça-feira (03), às 17 horas no auditório do Conselho Regional de Medicina do Estado de Rondônia (Cremero). O evento é uma realização do Sindicato Médico de Rondônia (Simero) e conta com o apoio também do Conselho Federal de Medicina (CFM), do Sindsaúde, do Conselho Estadual de Saúde, do Conselho Regional de Enfermagem do Estado de Rondônia (Coren), Cremero e Sindeprof.

A iniciativa faz parte de um calendário de atividades já pré-estabelecidas pelo Simero e
entidades para o mês de junho. “A ideia é desmistificar o assunto e mostrar as
possíveis consequências com a implementação das OSs” destaca o presidente do
Simero, Dr. Carlos Roberto Maiorquim.

Pilotto concluiu, através de pesquisas e estudos em cidades onde a terceirização da
saúde já é uma realidade, que a mudança no modelo de gestão da saúde além de
custar mais caro para o poder público, não garante melhora nos índices
epidemiológicos, paga piores salários para os profissionais da saúde, faz contratações
sem licitação e serve como um mecanismo de transferência de recursos públicos para
estabelecimentos privados da área. “Não tenho dúvidas ao afirmar que a gestão pela
administração direta é melhor e a mais correta” conclui.

Em sua palestra, o sociólogo que é do estado do Paraná apresentará não só dados
sobre a realidade local, mas também a análise de um estudo realizado em São Paulo,
que foi o primeiro estado no país a adotar o modelo de OSs, ainda em 1998.
O evento, que é gratuito, é direcionado a todos os profissionais da saúde, como
médicos, enfermeiros, fisioterapeutas, técnicos em enfermagem e a toda a sociedade.

Facebook Comments