Vigilância Sanitária pede plantões de 24 horas em farmácias de Ji-Parana

0
280
Plantões 24 horas devem começar no mês de outubro, nas farmácias de Ji-Paraná Foto: Reprodução/TV Anhanguera

Uma reunião entre representantes de farmácias e a Vigilância Sanitária aconteceu na terça-feira (29) para tratar sobre a implantação de plantões das farmácias em Ji-Paraná (RO), cidade a cerca de 370 quilômetros de Porto Velho. De acordo com diretora da Vigilância Sanitária, Ana Maria dos Santos, hoje, nenhuma das farmácias na cidade abre 24 horas. Os plantões devem começar em outubro.

A reunião pontuou com os donos de farmácias, a necessidade de haver atendimento 24h por dia para a população em casos de urgência, o que não acontece na cidade atualmente.

“O funcionamento normal hoje é das 7h às 19h. Algumas, em horário especial, têm funcionamento até as 22h e outras até às 0h. O plantão de 24h, hoje, não existe”, explica a diretora.

Segundo Ana Maria, a reunião apresentou um projeto de lei aos representantes para que haja uma mudança no horário de funcionamento das farmácias, desse modo, a população não fica desassistida por falta de farmácias de aberta.

A proposta é que as farmácias trabalhem durante o dia normalmente e algumas com plantões especiais até as 22h. “A partir daí, ficaria da 22h até o outro dia, completando o plantão de 24h”, explica.

Uma nova reunião aconteceu na tarde desta quarta-feira (30), quando os representantes levaram algumas propostas que serão analisadas pela vigilância sanitária e pelo Ministério Público de Rondônia (MP-RO), para chegarem a solução do problema.

O proprietário de farmácia Marcos Duarte participou da reunião e afirma que o acordo é bom para todos os lados. Segundo o empresário, apenas uma farmácia na cidade ficava aberta 24h, entretanto, para ficar aberta é necessário que haja um farmacêutico no local e as vendas das 0h às 6h não compensam os custos para manter o profissional no período.

Com a implantação dos plantões, Duarte acredita que o problema será sanado e este custo reduzido. Segundo ele, o único ponto que ficou para ser acertado com o MP é sobre a quantidade de farmácias que ficarão com plantões de 24h por dia.

“O questionamento é se ficará duas, uma em cada distrito, ou apenas uma para atender a cidade inteira. Nós preferimos uma, pois não há público neste horário para duas farmácias. Entretanto, no restante do acordo, nós concordamos com tudo”, explica Marcos.

Depois da reunião com o MP, segundo a diretora, a intenção é que a partir de outubro os plantões de 24h comecem ser colocados em prática. “As escalas serão divulgadas de todas as maneiras possíveis para que a população saiba quais estabelecimentos estarão abertos em quais dias”, conclui a diretora.

 

Facebook Comments