UNE completa 80 anos nesta sexta (11) com ato pelas Diretas no Largo São Francisco (SP)

0
135
Manifestação pelas Diretas Já no Brasil, posse da nova presidenta da entidade Marianna Dias e shows gratuitos de Chico César e Rincon Sapiência estão na programação do evento
Poucas organizações da sociedade brasileira alcançam oito décadas de atividades interferindo diretamente na vida e rumos do país. Com esse legado, a União Nacional dos Estudantes (UNE) alcança a marca histórica de 80 anos nesta sexta, 11 de agosto, data em que também se comemora o dia do estudante. Um grande ato de rua será realizado em São Paulo, no Largo São Francisco, a partir das 18h30, incluindo também a posse da nova presidenta da UNE Marianna Dias e da nova diretoria da entidade, eleita em seu último congresso.
O ato de aniversário da UNE terá, como principal reivindicação, a realização de eleições diretas no Brasil. A situação crítica do governo ilegítimo de Michel Temer, mergulhado em denúncias de corrupção e obstrução da justiça, assim como as reformas trabalhista e da previdência são duramente criticadas pelo movimento estudantil brasileiro. Lideranças políticasde diversos partidos, representantes dos movimentos sociais, da universidade e do setor cultural estarão presentes para engrossar o coro da campanha pelas Diretas Já.
Além disso, o ato também terá atrações musicais gratuitas para a população da cidade de São Paulo, com a apresentação de artistas de diversos estilos como o cantor e compositorChico César e o rapper Rincon Sapiência. O evento é organizado em parceria com o Centro Acadêmico XI de Agosto, da Faculdade de Direito da Unviersidade de São Paulo, e com a União Estadual dos Estudantes (UEE-SP), cuja diretoria também tomará posse no dia.
SOBRE OS 80 ANOS DA UNE
O movimento estudantil brasileiro é uma escola pela qual já passaram os mais diferentes personagens do país. Desde o ex-governador de São Paulo José Serra (PSDB), que foi presidente da UNE em 1964, ao atual governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel (PT), ex-militante secundarista. Desde o senador Lindbergh Farias (PT-RJ), que também presidiu a entidade no Fora Collor, ao ministro das Relações Exteriores Aloysio Nunes (PSDB-SP) e ao ex-governador do Ceará Ciro Gomes (PDT), que integraram a UNE em diferentes momentos. Na área da cultura, participaram da entidade figuras como Vinícius de Moraes, Arnaldo Jabor, Ferreira Gullar, Cacá Diegues e Beth Carvalho.
Fundada em 11 de agosto de 1937, a UNE já nasceu sendo a principal força popular de combate ao nazismo no Brasil no período de eclosão da Segunda Guerra Mundial. Nos anos 1950, foi protagonista na campanha O Petróleo É Nosso! e na defesa da soberania nacional. Durante a ditadura militar, os estudantes foram os principais combatentes do regime, sofrendo com perseguições, torturas e mortes. A UNE também mobilizou a campanha pelas Diretas Já! e capitaneou o impeachment de Fernando Collor. Mais recentemente, lutou pela criação de programas como o ProUni, pela popularização da universidade e em defesa da democracia.
Saiba mais sobre a história da UNE: http://www.une.org.br/memoria/
SERVIÇO
Aniversário de 80 anos da UNE, posse das diretorias da UNE e UEE-SP
Data: 11 de agosto (sexta)
Horário: A partir das 18:30h
Local: Largo de São Francisco, centro, São Paulo (SP)
Facebook Comments