TRABALHO – Construtora seleciona mão de obra; Sine recebe currículo até 6ª

0
80

O Sine Municipal começou a receber desde a manhã de segunda-feira (11) currículos de interessados em uma das 70 vagas que uma construtora pretende selecionar para áreas de asfaltamento e terraplanagem. O recebimento vai até a próxima sexta-feira. Só no primeiro dia, em torno de 1.100 pessoas formaram a vila que foi da rua José do Patrocínio, desceu a Gonçalves Dias e chegou à Sete de Setembro.

As centenas de profissionais interessados candidataram-se a vagas de auxiliar de serviços gerais, operador de motoniveladora, de rolo compactador, de pá mecânica e de escavadeira elétrica; auxiliar de serviços gerais, motoristas categorias D e E, lubrificador, auxiliar de lubrificação, topógrafo, cozinheiro, ajudante de cozinha, encarregado de turma, vigilante, zelador e eletricista de veículos leves.

“Vim com outros colegas porque estamos fora do mercado formal de trabalho. No meu caso, me candidato a motorista ou operador de máquina”, disse Jota José Sirino Carmo, 27, residente no bairro São Francisco, leste de Porto Velho. Ele chegou às 19h de domingo e já encontrou 43 interessados na fila.

O coordenador do Sine municipal, Euzébio Lopes, disse que no feriado de quinta-feira, já tinha gente em frente ao prédio do órgão. “Avisei que não precisava porque apenas recebemos currículo de quem já é cadastrado no sistema. É só entregar e aguardar. Outro detalhe: não interferiremos em nada – apenas encaminhamos a documentação à empresa, e ela é que fará a seleção e a opção pelo profissional”.

Por ser o primeiro dia, hoje, houve uma grande concentração de pessoas no Sine, mas a tendência é que o volume diminua até sexta-feira. “Apesar de a prioridade ser para quem já é cadastrado, também fazemos o cadastro de interessado que traz documentação e não compõe ainda o sistema. Lembramos; fazemos tudo de acordo com o perfil solicitado pela empresa”, diz Euzébio.

Perfil

Apesar das recomendações, desde o último feriado havia grande concentração de pessoas próximo ao Sine. Pessoas com cobertores, marmitas, garrafas de café e colchonetes. Muitos trabalhadores são da mão de obra remanescente das hidrelétricas do rio Madeira, excluídos do mercado formal de trabalho, além do crescimento populacional de Porto Velho, que provoca a consequente demanda por ocupação.

Fonte: Sine

Facebook Comments