REGULARIZAÇÃO FUNDIÁRIA – SEPAT cria frente de trabalho para execução do programa Título Já

0
735
A alegria contagiante do senhor Antonio Dias Miranda fazer o seu cadastramento na prefeitura.


 Com objetivo de beneficiar mais de 70 mil famílias com renda de até cinco salários mínimos, o Governo de Rondônia por meio da Superintendência Estadual de Patrimônio e Regularização Fundiária (SEPAT) criou uma frente de trabalho para dar apoio as 28 prefeituras conveniadas pelo programa estadual ‘Título Já’. Esta semana a equipe técnica da SEPAT estará presente nos municípios de Mirante de Serra e Urupá.
Presente no município de Mirante da Serra desde terça-feira (06) o diretor e a assistente social da SEPAT, Ernani Prato e Fátima Neves, estão fiscalizando e analisando os processos de cadastramento dos propensos beneficiários do programa social do estado de regularização fundiária urbana que iniciou na última segunda-feira (05) no município.
“Eu vou ganhar o titulo definitivo do meu lote e Mirante da Serra mais uma ação para o desenvolvimento do município”, comentou o simpático aposentado Antonio Dias Miranda, de 80 anos, morador da Rua Dom Pedro com Sabino Lemos, 2364, ao dar entrada na manha desta quarta-feira (07) no processo de cadastramento na prefeitura para receber o beneficio do programa Título Já.
Em Mirante da Serra, o programa Título Já foi lançado no dia 2 de fevereiro, que por meio de emenda parlamentar do deputado estadual Marcelino Tenório (PRP) vai beneficiar 1.100 famílias com registro do imóvel e entrega do título urbano definitivo.
Já na quinta-feira (08) e sexta-feira (09) a equipe da SEPAT estará em Urupá, mais um município que recebeu emenda parlamentar do deputado estadual Marcelino Tenório para execução do programa de regularização fundiária.
A superintendente da SEPAT, Iaf Azamor, disse que sua equipe técnica está trabalhando para que ocorram até março, diversas solenidades de entrega de títulos urbanos às famílias beneficiadas pelo programa Título Já, do governo estadual em parceria com os municípios conveniados, Tribunal de Justiça, Anoreg e Assembleia Legislativa. 
Texto e fotos Marcelo Gladson
Facebook Comments