PROJETO RONDON – Operação Teixeirão tem início com cerca de 160 estudantes e professores em 9 municípios de Rondônia

0
90
Vice-Governador Daniel Pereira: desafio às instituições para ingresso no Rondon nacional.

Depois da Operação Rondônia Cinquentenário, que trouxe em julho 310 universitários de diversas partes do país em comemoração aos 50 anos do projeto Rondon, cerca de 160 estudantes e professores de sete instituições de ensino do estado iniciaram no sábado (20) o deslocamento para nove municípios em que irão prestar atendimento à população nas áreas de cidadania, direitos humanos, saúde, educação e meio ambiente.

É a Operação Teixeirão, uma iniciativa do governo de Rondônia em parceria com o Ministério da Defesa, responsável pelo projeto Rondon desde 2005. A configuração do projeto, que nasceu em Rondônia no ano de 1967, dá suporte à iniciativa idealizada pelo advogado e professor Helder Risler, da Diretoria Técnica Legislativa (Ditel), em que são envolvidas instituições de ensino superior atuantes no estado.

A cerimônia de lançamento da Operação Teixeirão ocorreu no auditório do Teatro Guaporé na sexta-feira (19), com a presença de autoridades, universitários e professores que irão a campo e gestores das instituições de ensino. Neste dia, há 60 anos, faleceu o marechal Cândido Mariano da Silva Rondon, aos 92 anos.

“De 2005 para cá temos procurado aumentar a presença do projeto Rondon, devido ao alcance social incrível que tem na sociedade. São lições de cidadania que os senhores levam para as comunidades, e tenho certeza de que é um grande ganho para vocês. Por pertencerem ao Estado de Rondônia, vocês têm a oportunidade de conhecer melhor locais em que moram e estudam. Temos o maior prazer de voltarmos ao estado”, declarou o tenente-brigadeiro Ricardo Machado Vieira, secretário de Pessoa, Ensino, Saúde e Desporto do Ministério da Defesa.

O vice-governador Daniel Pereira disse que teve oportunidade de conviver com rondonistas ao longo das atividades nos municípios no ano passado, e ver a importância do projeto. “Essa versão, agora, inspirada na ideia do professor Helder, nos demandou uma ação política para materializá-la. Estamos criando algo dentro do estado, inédito, promovendo uma homenagem ao coronel Jorge Teixeira de Oliveira, nosso primeiro governador”, disse.

A parceria com as Forças Armadas para execução do projeto Rondon foi destacada pelo vice-governador com a realização pela segunda vez consecutiva das atividades dos rondonistas. Daniel Pereira anunciou o compromisso de se recuperar o Memorial Jorge Teixeira, e também fazer a pavimentação de trecho da estrada de Santo Antônio, berço histórico da cidade de Porto Velho.

Anselmo Vasconcellos foi rondonista em 1968

Conversas para as atividades de recuperação foram mantidas por ele com o comandante do 5º Batalhão de Engenharia e Construção (BEC), tenente-coronel Emerson da Silva Moraes.

A Operação Teixeirão, realizada pelo Projeto Rondon em parceria com o governo de Rondônia, acontecerá até 3 de fevereiro de 2018, contemplando os municípios de Alto Alegre dos Parecis, Mirante da Serra, Nova União, São Francisco do Guaporé, Theobroma, Vale do Anari, Vale do Paraíso, Ji-Paraná e Governador Jorge Teixeira de Oliveira.

As instituições de ensino superior que participam são a FAAR, da cidade de Ariquemes, com 36 participantes, sendo 32 alunos e quatro professores; Facimed de Cacoal, com 18, sendo 16 alunos e dois professores; Faron Vilhena, com dez, sendo oito alunos e dois professores; a Universidade Federal de Rondônia (Unir), com 36, sendo 32 alunos e quatro professores; Fimca Metropolitana (Letras) com 10, sendo oito alunos e dois professores; Fimca Ciências Biológicas, 18 participantes, sendo 16 alunos e dois professores; Fimca Serviço Social, com 18, sendo 16 alunos e dois professores; e a Uniron Comunicação Social, com 12 participantes, sendo 10 alunos e dois professores.

Mais uma vez na cidade para ministrar sua oficina de atuação, o ator Anselmo Vasconcellos foi homenageado, recebendo kit de rondonista por ter participado em 1968 da segunda edição do projeto Rondon. Segundo ele, a vocação para ator surge da experiência. “Na época fiz a peça Pluf, o Fantasminha, para crianças”, contou.

Além de palestras, estudantes e professores promoverão oficinas para as comunidades e para gestores, com orientação nas áreas de saúde bucal e prevenção de doenças sexualmente transmissíveis. Outras oficinas são direcionadas para produção e gestão.

“Esperamos que num futuro próximo nossas instituições de ensino se preparem para o edital das Forças Armadas, um edital exigente, para participar do projeto Rondon no plano nacional. Quem sabe em 2019 nossos rondonienses possam ser rondonistas em outras unidades da federação”, disse Daniel Pereira.

O coordenador-geral do projeto Rondon, vice-almirante Victor Carlos Gomes, disse que em julho as atividades do projeto serão levadas a Mato Grosso do Sul e Alagoas.

Além de palestras, estudantes e professores promoverão nos municípios de Rondônia selecionados oficinas para as comunidades e para gestores, com orientação nas áreas de saúde bucal e prevenção de doenças sexualmente transmissíveis, produção, gestão e empreendedorismo entre outras.

Na sexta-feira (19), os universitários e professores foram  recebidos em almoço e visitaram pontos históricos e culturais de Porto Velho como o Memorial Rondon. O prefeito de Governador Jorge Teixeira, João Alves Siqueira, representou todos os demais na cerimônia  de lançamento da Operação Teixeirão.

Veja fotos do evento

Leia mais:

 “Os jovens e adolescentes de Alto Paraíso têm nos impactado positivamente”, diz professor do Projeto Rondon
Operação Teixeirão reedita no primeiro semestre de 2018 o projeto Rondon


Fonte
Texto: Mara Paraguassu
Fotos: Jeferson Mota
Secom – Governo de Rondônia

Facebook Comments