Mutuários da 3ª etapa do Orgulho do Madeira são chamados para assinar contratos com o Banco do Brasil

0
28

Na 3ª etapa do Residencial Orgulho do Madeira, serão entregues 1.124 apartamentos aos contemplados por meio de sorteio. As pessoas convocadas devem comparecer até a próxima sexta-feira (19) ao antigo prédio da Empresa Autárquica de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater), na avenida Farqhuar, das 8h às 14h, para assinar o contrato do imóvel junto ao Banco do Brasil.

1.124 pessoas devem assinar contrato com o banco do Brasil até a próxima sexta-feira

1.124 pessoas devem assinar contrato com o banco do Brasil até a próxima sexta-feira

O coordenador substituto de Habitação da Secretaria de Estado da Assistência e do Desenvolvimento Social (Seas), Antônio Sena Filho, disse que cerca de 100 pessoas que foram sorteadas na 3ª etapa não foram localizadas para assinar os contratos.

“Se essas pessoas não comparecerem para formalizar o documento junto ao banco, infelizmente vão perder o direito ao imóvel, e serão chamadas as que ficaram na condição de suplentes”, afirmou Sena.

Ele explicou que a Coordenação de Habitação já tomou todas as medidas  para localizar os futuros mutuários, como por exemplo ir ao endereço indicado no cadastro, ligar para o número de telefone fornecido e procurar no endereço de trabalho.

“Estamos pedindo agora o apoio dos veículos de comunicação para que divulguem também e assim possamos chegar até essas pessoas”, ressaltou.

Os mutuários vão pagar pelo apartamento, que tem 42 metros quadrados e é composto por dois quartos, sala, cozinha e banheiro, parcelas que variam de R$ 80 a R$ 270 por mês, conforme a renda per capita familiar, por um período de 120 meses. Muitos mutuários estão realizando o sonho de ter a casa própria.

Odail José de Oliveira foi o primeiro da fila para assinar o contrato com o banco nesta quarta-feira (17). Ele disse que recebe um salário mínimo de auxílio doença do Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS) e paga R$ 350 de aluguel em uma pequena casa no bairro JK, na zona Leste de Porto velho. Pelo apartamento no Residencial Orgulho do Madeira ele vai pagar parcela mensal de R$ 97.

Odail José, que paga R$ 350 em aluguel, pagará agora R$ 97, já pensa em casar

Odail José, que paga R$ 350 em aluguel, pagará agora R$ 97, já pensa em casar

“Estou fazendo um bom negócio. Vou pagar um valor menor e em um imóvel que é meu. Estou pensando até em me casar”, sorriu o novo mutuário do Banco do Brasil.

Veronilce Sousa Oliveira e o filho de 6 anos moram de favor com a mãe dela. “Trabalho como caixa de restaurante, minha renda é pequena e sonhava em ter meu cantinho para morar com meu filho, agora esse sonho está se tornando realidade”, festejou, completando que o filho Vagner está mais feliz ainda porque terá o seu próprio quarto.

O Residencial Orgulho do Madeira foi construído em uma área de 37 hectares, e conta com toda infraestrutura, incluindo estação de tratamento de água, rede de esgoto, iluminação pública, ruas pavimentadas, calçadas com acessibilidade, gramado estacionamento, área de lazer e playground infantil.

Segundo Antônio Sena, a previsão é que as famílias da 3ª etapa do Orgulho do Madeira mudem no próximo mês. “Não temos uma data prevista ainda, pois depende do tempo que o Banco do Brasil vai levar para processar todos os contratos”, disse.

A 4ª e última etapa, com a entrega de 1.200 apartamentos, totalizando as quatro mil unidades do Orgulho do Madeira, deve acontecer até abril do ano que vem.

Leia mais:
Contemplados com apartamentos no Orgulho do Madeira são convocados para reuniões
Banco do Povo tem R$ 2 milhões para emprestar a empreendedores do Orgulho do Madeira


Fonte
Texto: Eleni Caetano
Fotos: Daiane Mendonça
Secom – Governo de Rondônia

Facebook Comments