INCENTIVO – Indústria de aves de Espigão do Oeste pede incentivos ao governo de Rondônia

Indústria de processamento de ave quer ampliar produção mas depende de aumento da capacidade energética

Em visita oficial do governador Confúcio Moura a Globoaves, na quinta-feira (15), a diretoria da indústria de processamento de aves em Espigão do Oeste pediu apoio e incentivo ao governo de Rondônia. Nesta sexta-feira (16), em Porto Velho, as equipes técnicas da indústria e da Secretaria de Estado de Finanças (Sefin) avaliam as solicitações buscando soluções práticas e alternativas viáveis para o fortalecimento e expansão do setor alimentício.

Com planejamento de expansão para o ano de 2020, os diretores da indústria solicitam ampliação do abastecimento de energia elétrica e mecanismos legais para incentivo no Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviços (ICMS). A indústria abate 64 mil frangos por dia e tem meta de ampliar a capacidade de abate para 600 mil, em dois turnos, nos próximos anos.

Mas para atingir a meta, diz o diretor Roberto Kaefer, “é preciso aumentar a capacidade energética. Não conseguimos isso diretamente com o fornecedor e pedimos que o governo interceda a nosso favor”. “A energia elétrica é insuficiente para avançarmos na produtividade e atender outros mercados, como a Zona Franca de Manaus, por exemplo”, menciona o diretor.

Outro pleito da indústria é que o governo estadual crie uma nova legislação que beneficie a produtividade e a comercialização do frango com imposto diferenciado, a exemplo do que já ocorrem em outros estados brasileiros, como os da região Sul, São Paulo, Minas Gerais, Bahia e Goiás. “Não é isentar a indústria de impostos, mas copiar o que já funciona em outros locais e adaptar à realidade de Rondônia”, detalha Kaefer, confiante nos pedidos.

“O Confúcio Moura é um governador prático, entende rápido e vai buscar a solução. Ele já nos ajudou em outras oportunidades e vai colaborar de novo”, disse o diretor da Globoaves.

Ao deixar a reunião, o governador Confúcio agendou o encontro dos técnicos da Sefin com os representantes da Globoaves e determinou um estudo e projeto de lei viável que favoreça a ampliação da indústria. “Vamos atender aos pedidos no sentido de que os resultados sejam favoráveis a todos, à indústria e ao incremento do desenvolvimento de Rondônia”. O vice-governador Daniel Pereira deve acompanhar a reunião entre os técnicos.

Leia mais:
Rondônia incentiva empresas com isenção de até 85% do ICMS; novas regras devem prestigiar projetos que valorizem o meio ambiente


Fonte
Texto: Paulo Sérgio
Fotos: Ésio Mendes
Secom – Governo de Rondônia

Facebook Comments