Café: Produtores de Rondônia fecham parte da BR-364 em manifestação contra importação de conilon

Produtores de café de Rondônia realizam nesta manhã de terça-feira (20) uma nova manifestação contra importação de café conilon (robusta) pelo Brasil. Eles fecharam parte da BR-364, próxima à cidade de Rolim de Moura (RO). O setor acredita que pode ser prejudicado caso a medida seja efetivada pela Camex (Câmara de Comércio Exterior), órgão do governo federal, na próxima reunião marcada para o dia 22 de fevereiro.

De acordo com cafeicultores rondonienses, a manifestação deve terminar por volta das 15h. O grupo também é formado por viveiristas, agrônomos e comerciantes de cafés da região Central e Cona da Mata rondoniense.

Produtores de café de Rondônia fecham parte da BR 364 nesta 3ª feira - Reprodução: Redes sociais

Produtores de café de Rondônia fecham parte da BR 364 nesta 3ª feira – Reprodução: Redes sociais

Na última sexta-feira (17), alguns produtores da região também bloquearam a mesma rodovia e usaram faixas com dizeres de contrários à importação. O ato durou algumas horas. Manifestações no fim de semana também ocorreram em cidades do Espírito Santo, maior estado produtor da variedade conilon no país.

Levando em conta o pedido do setor produtivo e a demanda da indústria, a proposta do governo é liberar a importação de um milhão de sacas, com distribuição mensal de 250 mil sacas de fevereiro a maio. Para isso, o café seria incluído na lista de exceção da TEC (Tarifa Externa Comum), até o limite de um milhão de sacas, com alíquota de 2%. Acima desse limite, a alíquota de exportação, que hoje é de 10%, sobe para 35%.

Por: Jhonatas Simião
Fonte: Notícias Agrícolas
Facebook Comments