CAFÉ DA AMAZÔNIA – Público visitante do Porto Velho Shopping fará uma viagem pela lavoura de café durante exposição aberta neste domingo

0
152

Com um recorde de produção em Rondônia, o café volta a ser tema de exposição no Porto Velho Shopping, a partir deste domingo (15) ao dia 22, no térreo da expansão. Cafés de Rondônia: O Mundo do Café na Amazônia é um evento idealizado pela Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) que tem entre os parceiros o governo estadual e a execução da Superintendência de Desenvolvimento de Rondônia (Suder) com recursos do Fundo de Investimento de Apoio à Indústria (Fider), aprovados pela Resolução 13 de 2017 do Conselho de Desenvolvimento do Estado de Rondônia (Conder).

O pesquisador da Embrapa-RO, Enrique Alves, explicou que a primeira edição, realizada em 2015, foi voltada à interação da família com o mundo do café em jogos, e desta vez, com o slogan Robusta Rock’s, será mostrada a importância do produto com vídeos que possibilitam uma imersão no mundo do café, guiando o espectador para uma “verdadeira viagem sensorial, em que será possível compreender a essência do café por meio da visão, tato, olfato (aroma) e paladar”.

“Antes levamos a lavoura ao shopping e agora vamos fazer o inverso, levar o shopping à lavoura ou cafezal, por meio dos recursos tecnológicos, com ferramentas sensoriais, audiovisuais e muita inovação, numa realidade virtual”, sintetizou, ressaltando que o café vive um momento bom em Rondônia, onde pelo menos 22 mil famílias têm sua fonte de renda, gerando um dos maiores ICMS, o Imposto sobre operações relativas à circulação de mercadorias e sobre prestações de serviços de transporte interestadual, intermunicipal e de comunicação, para o estado. “É a bebida mais consumida depois da água”, resumiu.

Para o titular da Suder, Basílio Leandro, a participação do estado é importante, considerando que a exposição tem por objetivo promover a valorização do café e o uso de tecnologias para a obtenção de produtos com qualidade e sabor diferenciado, levando o visitante a conhecer todo o processo de produção, do campo até a xícara, passando também pela pesquisa e tecnologia.

Enrique Alves reforçou que o público estimado em mais de 15 mil pessoas (com base na edição anterior) será levado a interagir com este ambiente criado por meio de vídeos em 360 graus, com equipamentos próprios para visualização, como óculos, TVs, celulares e tablets. “As inscrições serão feitas gratuitamente no local, e são limitadas”, adiantou.

Entre outras atrações, ele citou a degustação de café para o dia 20, a partir das 19h; lançamento de uma marca de café no dia 21; e apresentação do coral da Universidade Federal de Rondônia (Unir) no encerramento, previsto também para as 19h. Durante a exposição ainda será lançada a revista Café de Rondônia, que apresenta os principais desafios e avanços da produção e comercialização, entre outras questões.

Dados da Conforme a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) apontam que Rondônia possui o maior parque cafeeiro da região Norte do País, sendo o segundo maior produtor brasileiro de canéfora (conilon e robusta), perdendo apenas para o Espírito Santo. Em seis anos, segundo o Ministério da agricultura (Mapa), enquanto a área em produção sofreu redução de 42,9% em Rondônia, a produtividade aumentou 99,8%. Em 2011, a área em produção com a cultura no estado ocupava 153.391 hectares, com produtividade média de 9,31 sacas beneficiadas por ha. Nesta safra, a previsão é que sejam colhidas quase dois milhões de sacas (1.985,7), mantendo o estado entre os grandes produtores do País, com desempenho na produção/produtividade de mais de 22% de aumento em relação à safra passada, na mesma área plantada (87.657,0 hectares). Na safra 2016 a produtividade média foi estimada em 18,56 sacas beneficiadas por hectare.

A exposição tem a parceria do Juninho Soft Café e Amazônia Coffee e o apoio do Consórcio Pesquisa Café, Banco do Povo, Secretaria de Estado da Agricultura (Seagri) e da Entidade Autárquica de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater-RO).

Fonte
Texto: Veronilda Lima
Fotos: Marcelo Gladson
Secom – Governo de Rondônia

Facebook Comments