Brasil e Bolívia elaboram carta de intenções durante workshop sobre segurança pública na fronteira

0
81
O evento faz parte das ações do Programa Rondônia Mais Segura para a faixa de fronteira.

Representantes da segurança pública de Rondônia e da Bolívia elaboraram carta de intenções de Guajará-Mirim/Guayaramerín para alinhar ações de combate aos crimes na fronteira entre Brasil e Bolívia na região limítrofe de Rondônia. A ação aconteceu durante realização do workshop sobre segurança pública na Câmara Municipal de Guajará-Mirim.

Identificação de procurados; identificação datiloscópica de brasileiros presos em território boliviano; solicitação de perícia papiloscópica; fiscalização e combate a ilícitos em portos clandestinos; abordagem policial nos rios fronteiriços; trânsito de crianças e adolescentes na fronteira; operações simultâneas contra o roubo de veículos e tráfico de drogas estão entre os assuntos abordados.

O evento foi proposto pelo secretário de Segurança Defesa e Cidadania, Lioberto Caetano, em parceria com o consulado brasileiro em Guayaramerín, como parte das ações do Programa Rondônia Mais Segura para a faixa de fronteira.

“A carta de intenções elaborada durante o encontro ressalta pontos para fortalecimento da segurança Pública dos países sem prejuízo a legislação vigente nas relações internacionais”, ressaltou o secretário de segurança, Lioberto Caetano, durante o evento.

O documento final será encaminhado ao Ministério das Relações Exteriores, no Brasil e ao ministério equivalente na Bolívia. Os temas debatidos pelos representantes locais durante o workshop foram sugeridos com base nas observações das principais demandas dos dois países.

Durante as atividades estiveram presentes o subcomandante geral da Polícia Militar, coronel PM Clairton, além do prefeito de Guajará Mirim, representantes da Câmara Municipais de Guajará Mirim  e Nova Mamoré,  Assembleia Departamental do Beni (Bolívia), Aduana brasileira e boliviana e  demais autoridades.


Fonte
Texto: Márcia Martins Pinheiro
Fotos: Sesdec
Secom – Governo de Rondônia

Facebook Comments