Angela Merkel apoia bolsa de estudo para jovens líderes brasileiros

0
77
A Bolsa Chanceler Alemã para futuros líderes do Brasil, que já está com inscrições abertas, possibilita diversas vantagens, como uma bolsa mensal entre 2.150 euros e 2.750 euros
A Bolsa Chanceler Alemã para futuros líderes do Brasil, que já está com inscrições abertas, possibilita diversas vantagens, como uma bolsa mensal entre 2.150 euros e 2.750 euros

A Alemanha abre suas portas a brasileiros com potencial de liderança por meio da Bolsa Chanceler Alemã para Futuros Líderes do Brasil (German Chancellor Fellowships for prospective leaders from Brazil). A Bolsa, que tem como objetivo investir em 10 jovens líderes brasileiros para aperfeiçoarem seu talento na Alemanha, é uma ação da chanceler da República Federal da Alemanha, Angela Merkel.

O projeto é uma iniciativa da Fundação Alexander von Humboldt (AvH), que conta com o apoio da Câmara de Comércio e Indústria Brasil-Alemanha (AHK São Paulo) e do Consulado Geral da Alemanha em São Paulo. A apresentação oficial do programa aconteceu no último dia 20 de junho, em São Paulo, e contou com a participação especial do Cônsul Geral da Alemanha, Axel Zeidler; do Vice-Presidente Executivo da Câmara Brasil-Alemanha e Embaixador do Projeto no Brasil, Thomas Timm; e do representante da Fundação Alexander von Humboldt, Walter Denk, que veioexclusivamente para este momento. Neste ano, a apresentação da Bolsa ganhou um reforço. Além do tradicional evento de São Paulo na residência oficial do Cônsul Geral da Alemanha, a cidade de Porto Alegre ganhou sua versão no dia anterior (19) e Recife receberá o evento no próximo dia 26 de junho.

A ideia do programa, que já traz um histórico de sucesso em outros países e implementado no Brasil desde 2013, é promover pessoas e projetos com investimentos da Alemanha, incentivando o intercâmbio multicultural, a capacitação profissional e pessoal (networking). Para Walter Denk, o programa é uma grande chance para os brasileiros que querem potencializar suas carreiras. “A cada nova edição, estamos surpreendidos pelo interesse e dedicação dos brasileiros com este projeto.”.

Dicas para se candidatar
O evento contou também com a participação de Evelyn de Oliveira Araripe, uma bolsista que já vivenciou essa experiência. Para Evelyn, o know-how obtido com a Bolsa Chanceler foi inesquecível, moldando e potencializando seu futuro profissional e pessoal. Ela ainda aproveitou para dar importantes dicas aos interessados na bolsa. “O projeto em si é muito importante, mas não o mais importante. Ao meu ver, no application, o principal é você deixar claro o seu potencial em ser uma liderança no tema em que atua. E isso é feito pela carta de motivação e carta de recomendação. A segunda dica é sobre o host. Para aqueles que ainda não acharam o seu host, eu sugiro pesquisar muito online. Entre nos sites das Universidades e Institutos de pesquisa alemães, pois eles costumam ser bem transparentes e divulgam os contatos dos professores e pesquisadores. Não se frustrem com os “nãos” que podem surgir, isso faz parte do processo. Por último, não deixe a inscrição para última hora. O formulário de aplicação é muito detalhado e complexo. Então sugiro começar com antecedência para ter tempo de juntar toda a documentação necessária, revisar o projeto, a carta de motivação e a documentação.”

Tasso Cipriano, também bolsista e que participou da apresentação em Potro Alegre, deixou sua dica: “É importante ler com muita atenção o edital da bolsa e se preparar para a candidatura com a maior antecedência possível. Vale também pesquisar bastante para escolher a instituição anfitriã. Estudar o idioma alemão é, na minha opinião, essencial, ainda que não seja obrigatório para a inscrição. Por fim, acompanhar as dicas oferecidas na página do facebook “Tipps – Estudar e Pesquisar na Alemanha” (https://pt-br.facebook.com/TippsAlemanha/).”.

Sobre a Bolsa Chanceler Alemã
Além do Brasil, o programa Bolsa Chanceler Alemã para Futuros Líderes (Bundeskanzler-Stipendium für angehende Führungskräfte, no original em alemão) é destinado a jovens pesquisadores da China, Índia, Rússia e Estados Unidos. Com isso, o projeto geral contempla, todo ano, 50 jovens líderes (10 bolsistas de cada país), que terão a oportunidade de colocarem em prática seus projetos, patrocinados pela Alemanha. A Bolsa Chanceler contempla várias áreas distintas como Política, Economia, Mídia, Administração ou Cultura.

O programa, que conta com o patrocínio da Chanceler da República Federal da Alemanha, possibilita, também, a oportunidade ímpar de apresentarem o resultado de seus projetos pessoalmente para a Chanceler alemã Angela Merkel.

Formação superior completa, fluência em inglês ou em alemão são alguns dos requisitos da bolsa. Outra exigência é a apresentação de uma carta de recomendação de um mentor para a pesquisa, que pode ser de instituição de ensino privada ou pública. A ajuda mensal para os aprovados varia entre 2.150 euros e 2.750 euros, dependendo das qualificações. Cursos adicionais de alemão, suporte para a família acompanhar o bolsista e as despesas com viagem estão previstos na bolsa. Todos os requisitos podem ser conferidos no edital da fundação.

Em um programa inicial de quatro semanas em Bonn e Berlim, os aprovados estabelecem contato com outros bolsistas. Nos primeiros dois meses do programa, todos farão curso intensivo de alemão e nos meses seguintes desenvolvem seus projetos de pesquisa.

As inscrições para a Bolsa Chanceler Alemã para Futuros Líderes já estão abertas e vão até o dia 15 de setembro de 2017. A data de início da bolsa é 1° de outubro do ano seguinte (2018) e tem duração de um ano. Mais informações sobre o programa Bolsa Chanceler Alemã: www.humboldt-foundation.de/youngleaders

Veja o vídeo sobre o programa aqui!

A Fundação Alexander von Humboldt promove a cooperação acadêmica entre cientistas de excelência e acadêmicos do exterior e da Alemanha por meio de suas bolsas de pesquisa. Informações: http://www.humboldt-foundation.de/

Facebook Comments