ACIR GURGACZ É MANTIDO NA PRESIDÊNCIA DO PDT EM RONDÔNIA

0
117

PORTO VELHO-O presidente regional do PDT, senador Acir Gurgacz, foi reconduzido neste domingo, por unanimidade, à presidência regional do partido durante encontro em Porto Velho. O parlamentar assume com a missão de conduzir o processo eleitoral no próximo ano no Estado. “Estamos empenhados para  trabalhar para um Brasil melhor e uma Rondônia promissora”, disse o parlamentar.

Em discurso de agradecimento pela recondução na presidência, Acir disse que o PDT está preparado e tem quadros para disputar as eleições para Assembleia, Câmara Federa, Senado Federal e governo do Estado. “Temos ainda  pré-candidato à Presidente da República, que é Ciro Gomes, que já foi prefeito de Fortaleza, governador e ex-ministro”, disse o pedetista.

Acir destacou o trabalhado do governador Confúcio Moura (PMDB), que está no segundo mandato, e do momento da economia em Rondônia.  “Faço uma saudação ao Confúcio Moura e entendo que o Estado de Rondônia está bem administrado. Confúcio recebeu um estado com problemas e hoje a realidade é bem diferente com as contas equilibradas”, disse.

Ele disse ainda para os convencionais que no próximo ano a população estará retornando às urnas. “Não podemos entregar o Estado para quem não tem compromisso com a  coletividade e nas mãos de quem desvia dinheiro público e de  oportunistas que desviam dinheiro da agricultura. O dinheiro desviado da corrupção é o que faz falta para administrar o Estado no futuro”, disse.

O presidente do PDT fez convite à população para unir forças e dizer à sociedade que o partido tem um projeto para o Brasil e para Rondônia.

Participaram do encontro o presidente nacional do PDT, Carlos Lupi, o pré-candidato à presidência, Ciro Gomes, e os presidentes do PSDB em Rondônia, deputada federal Mariana Carvalho, presidente regional do PSB, Mauro Nazif, deputados estaduais Léo Moraes (PTB), Luizinho Goebel (PV), Saulo Moreira (PDT), Airton Gurgacz (PDT), prefeito de Ji-Paraná, Jesualdo Pires, vereadores da capital e interior, além de lideranças políticas.

Fonte: Diário da Amazônia

Facebook Comments